Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/05/20 às 9h53 - Atualizado em 23/05/20 às 9h54

107 kits de irrigação são distribuídos aos produtores familiares de Planaltina

COMPARTILHAR

 

Mais oportunidade para agricultores de Planaltina produzir seu próprio alimento. Essa é a previsão que a Secretaria de Agricultura do DF faz com a doação de 107 kits de irrigação para produtores da região. A entrega foi realizada no fim da manhã de hoje (22) no assentamento Oziel Alves, localizado a 20 km da região administrativa. Cada equipamento conta com uma caixa d’água de 5 mil litros, mil metros de mangueiras e conexões. A ideia é realizar outras 400 entregas do tipo em todo DF, ajudando a agricultura familiar alavancar nesse momento de pandemia.

 

“Foi um presente do governo que chegou em boa hora”, agradeceu, João de Mello, um dos primeiros a chegar no local, que este mês faz 18 anos. “Já tenho uma idade avançada e sete filhos, é um meio de ajuda boa, agora vou poder plantar meu maracujá”, planeja o trabalhador rural. “É um material que vai dar segurança alimentar para essas famílias e gerar até renda num momento como esse, caso sobre parte de sua produção”, avalia o secretário de Agricultura, Luciano Mendes.

 

Para o presidente do assentamento, Edson Pereira Batista, o Edson “Gordo”, o kit de irrigação tem capacidade de manter um casal com três filhos. “É só cuidar bem do equipamento, o agricultor agora só vai precisar fazer uma base de madeira ou tijolo e começar a trabalhar”, explica. “É um pontapé inicial que pode gerar de 30 a 35 empregos, se a pessoa souber trabalhar”, observa Edson, há quatro anos morador do assentamento.

 

Kits são compostos por caixa d’água, mangueiras e conexões. Fotos: Lúcio Bernardo Jr.

Parceira na iniciativa, a Emater-DF colocará à disposição cerca de 200 técnicos da instituição que estão trabalhando em regime de plantão. Os profissionais irão ajudar as famílias em duas partes. Primeiro na montagem e funcionamento dos aparelhos de irrigação. Depois no cultivo das plantações. A estrutura, segundo especialistas, tem condição de atender um bom pedaço de terra. “Estamos na linha de frente prestando serviços essenciais”, conta a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca. “Esse kit de irrigação vai trazer dignidade para a comunidade rural”, observa a gestora.

 

Gaúcho de Santo Ângelo, o lavrador, Antônio Machado Garcia, 67 anos, conta que esse suporte tecnológico vai beneficiar sua família durante o período de estiagem. “É uma alegria contar com essa ajuda, antes, as plantações só rendiam em tempo de chuva, mas agora isso vai mudar”, torce o agricultor, que já planeja plantar uma horta de alho, abóbora e repolho.

 

Texto: Lúcio Flavio, da Agência Brasília / Isabel de Agostini

Fotos: Fotos: Lúcio Bernardo Jr.