Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/19 às 10h04 - Atualizado em 15/05/19 às 10h04

Audiência Pública discute reforma tributária para setor agropecuário

COMPARTILHAR

Audiência Pública discuti a reforma tributária do setor agropecuário (Foto: Ascom Seagri/DF)

 

O primeiro dia da AgroBrasília foi marcado por debates importantes. Foi realizada Audiência Pública para discutir a reforma tributária do setor agropecuário que, segundo os próprios produtores rurais e entidades que defendem o setor, um dos principais entraves para o crescimento do agronegócio local, é a alta carga tributária que envolve todo o setor e que diminui a renda dos produtores.

 

A iniciativa foi do Deputado Distrital Rodrigo Delmasso, que explicou durante o evento, que Brasília já é a terceira maior metrópole do Brasil e que a alta carga tributária impede que novos empregos sejam gerados na capital. “Nós temos cerca de 330 mil pessoas desempregadas, o que dá entorno de 19% da população economicamente ativa no DF, e a única solução que o Estado tem é se aliar ao setor produtivo e aos empresários, para que, reduzindo os impostos, eles possam gerar mais empregos “, afirmou.

 

Segundo o secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, Dilson Resende, o Brasil todo está passando por um momento importante e com o DF não é diferente. Para ele, a questão tributária tem um impacto direto na questão econômica do Estado. “Essa é uma discussão que precisa ser feita, com muita cautela, mas precisa ser feita. É muito importante para o setor produtivo, e como estamos no coração do agronegócio do DF, esse é o local ideal para essa discussão”, lembrou o secretário.

 

Durante a Audiência, a Federação da Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (Fape/DF) apresentou os principais pontos que travam o setor e que diminuem a renda do produtor. Para o advogado tributarista, Jacques Veloso, Infelizmente, a matéria tributária parece que é pouco discutida entre as pessoas, mas ela é muito importante para a economia, não só dos produtores, mas de todas as famílias. “Esse debate é importante para que possamos produzir melhor, pagar menos e ter mais crescimento”, ressaltou.

 

O secretário Adjunto de Fazenda, Marcelo Ribeiro Alvim, disse que a Secretaria está sempre à disposição do produtor e que vai ajudar e caminhar junto com o setor. “Essa é a ideia do governador e essa é a ideia de desenvolvimento que o Estado tem que fazer”, afirmou.

 

Também estavam presentes o Presidente da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal, José Guilherme Brenner, a presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF, Denise Fonseca, o presidente da FAPE/DF, Joe Valle, entre outras autoridades do setor.

 

Texto: Ascom Seagri/DF