Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/08/19 às 16h27 - Atualizado em 9/08/19 às 17h24

CLDF lança a Frente Parlamentar do Cooperativismo

COMPARTILHAR

 

Foi realizado hoje (09), no Plenário da Câmara Legislativa, o lançamento da Frente Parlamentar do Cooperativismo no DF e Ride (Frencoop). A criação da Frente foi proposta pelo deputado Roosevelt Vilela, e tem o objetivo de ser uma rede de diálogo com as cooperativas existentes na região, além de consolidar a busca de um modelo socioeconômico e de bem-estar social e fortalecer o setor que reúne mais de 200 mil pessoas.

 

Participaram do dispositivo, o deputado Leandro Grass, o presidente do Sicoob Planalto Central, Miguel Ferreira de Oliveira, o superintendente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Renato Nobile, o presidente da Superintendência de desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Vieira Fraga Filho, o Superintendente Federal de Agricultura do DF, William Barbosa e o subsecretário de Microcrédito e Empreendedorismo, Messias de Souza.

 

O plenário também contou com a participação de dirigentes de cooperativas de diversos ramos que prestigiaram o lançamento da frente, além da grande participação do público em geral que, nas palavras do deputado Roosevelt Vilela, presidente da Frente, demonstra o quanto o cooperativismo vem crescendo e a importância dele no Distrito Federal.

 

O deputado Roosevelt destacou que o Estado não consegue suprir todas as necessidades dos cidadãos, e que por isso, é muito importante o fortalecimento da iniciativa privada e o ápice disso é o cooperativismo. “O cooperativismo representa a mais alta forma de democracia, onde as pessoas se reúnem com um propósito comum para atingir um objetivo. O sistema cooperativo é uma realidade e a Câmara Legislativa, nesse momento, entende a importância do cooperativismo e por isso estamos lançando essa Frente Parlamentar”, ressaltou.

 

Para o presidente da Organização das Cooperativas do Distrito Federal (OCDF), Remy Gorga Neto, a criação da frente é um fato que merece destaque, além de ser uma iniciativa muito importante para todo setor do cooperativismo. Ele ressaltou que é na Câmara que tramitam as leis que estabelecem as regras do funcionamento da nossa sociedade e isso afeta também as cooperativas. “A criação da Frencoop é um marco. Ter essa representatividade, com um grupo de deputados identificados com o cooperativismo, é fundamental para que a gente possa desenvolver os projetos que beneficiam o setor”, destacou.

 

Ele também explicou que já existe em tramitação na CLDF, um Projeto de Lei de Incentivo ao Cooperativismo, que traz várias situações que tem como objetivo desenvolver e melhorar o sistema de funcionamento das cooperativas e o ambiente em que elas atuam.

 

Segundo o secretário de Agricultura do Distrito Federal, Dilson Resende, a criação da Frente é um reconhecimento do cooperativismo e, principalmente, de todas aquelas pessoas que acreditam no sistema. “Essa Frente será um instrumento muito importante”, afirmou.

 

O secretário também destacou o trabalho desenvolvido pelo Sistema da Agricultura do DF, que é composto pela Seagri/DF, Ceasa/DF e a Emater/DF, que realiza o programa “Mais Gestão” que capacita as organizações, associações e produtores, para que possam constituir cooperativas, como a figura jurídica mais apropriada para a organização e, principalmente, para facilitar na comercialização.

 

Texto e Foto: Ascom Seagri/DF