Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
24/05/19 às 13h53 - Atualizado em 24/05/19 às 13h53

Frente Parlamentar da Agricultura é criada na CLDF

COMPARTILHAR

 

 

Foi realizada nesta quinta-feira (23), na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Sessão Solene para a criação da Frente Parlamentar da Agricultura, Pecuária e Hortifrutigranjeiro do Distrito Federal. A iniciativa foi do deputado Roosevelt Vilela e contou com a participação de diversas autoridades do setor agropecuário do DF.

 

O deputado ressaltou a importância de fortalecer a área rural do DF e que as pessoas possam ter mobilidade, educação e saúde de qualidade, para que possam ficar e trabalhar no campo e, acima de tudo, ter renda. Ele destacou também que, não desenvolver as áreas rurais pode trazer problemas, inclusive para a cidade. “Brasília é uma referência no sistema agrícola e vai ter o nosso apoio. Queremos que as pessoas se sintam cada vez melhor nesse ambiente”, afirmou o deputado Roosevelt Vilela.

 

Segundo o secretário de Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal, Dilson Resende, a Frente Parlamentar dará um suporte político para o agronegócio do DF, como é feito na Frente Parlamentar no Congresso Nacional. “Lá é muito forte e nós queremos que aqui seja assim. O Executivo precisa muito do Legislativo na definição das políticas públicas. A gente fica muito satisfeito com essa iniciativa”, ressaltou.

 

Regularização Fundiária

 

Também na Câmara Legislativa, no mesmo dia, foi realizada a Comissão Geral de Regularização de Terras Públicas Rurais. A iniciativa foi do deputado distrital Hermeto e contou com a presença de órgãos do governo, associações, sindicatos, autoridades do setor e produtores que há anos buscam a titulação de suas terras.

Para o secretário de

 Agricultura, Dilson Resende, esse é um assunto que demanda muito de toda a sociedade.

 

Segundo ele, é uma questão importante não apenas para a produção rural e geração de empregos, mas para a segurança jurídica dos agricultores. “Esse é um documento importante para aqueles que vivem no campo e dedicam suas vidas à sua propriedade, ressaltou o secretário que lembrou ainda da Central de Regularização que foi criada com o objetivo de integrar e dar celeridade ao processo de regularização fundiária rural.

 

O subsecretário de Regularização Fundiária, Vilmar Ângelo, destacou que esse debate é muito importante, ainda mais quando envolve a Câmara Legislativa. Ele explicou que a Central de Regularização, criada pelo governador Ibaneis e que envolve, além da Seagri/DF, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) e a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEDUH), vai agilizar o processo de regularização, beneficiando ainda mais os produtores rurais. “A discussão para aprimorar o processo de regularização é sempre muito importante, principalmente quando há a participação da Câmara Legislativa. A Central de Regularização concentra os principais atores envolvidos nessa questão, dando agilidade ao processo”, afirmou o subsecretário Vilmar Ângelo.

 

Texto e foto: Ascom Seagri/DF