Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/08/19 às 19h06 - Atualizado em 8/08/19 às 19h07

Lançada Frente Parlamentar Mista do Agronegócio e da Agricultura Familiar

COMPARTILHAR

 

 

Os produtores rurais e os agricultores familiares agora possuem mais uma força de trabalho em seu favor. Foi lançada hoje (08), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista do Agronegócio e da Agricultura Familiar. A iniciativa é uma parceria entre Senado e Câmara, Instituto Nacional de Tecnologia do Agronegócio (Itag), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e Ministério da Agricultura, através da Superintendência Federal de Agricultura (SFA).

 

Participaram do dispositivo, a deputada federal, Bia Kicis, que é a presidente da Frente Parlamentar; a deputada federal, Aline Sleutjes, secretária geral da Frente; a deputada federal, Soraya Manato, tesoureira; o coordenador geral da Frente, Avenir Costa; a deputada federal e Ministra da Agricultura licenciada, Tereza Cristina; o Secretário de Agricultura do DF, Dilson Resende; o ministro de Estado das Relações Exteriores, embaixador Ernesto Henrique Fraga Araújo e o Superintendente Federal de Agricultura do DF, William Barbosa.

 

A Frente Parlamentar Mista do Agronegócio e da Agricultura Familiar é composta por 204 parlamentares, sendo 24 senadores e 180 deputados. A Frente tem o objetivo de promover e aprimorar a legislação Federal, a fim de desenvolver o agronegócio e a agricultura familiar, além de fomentar o crescimento do setor mediante o estímulo e a participação ativa na formulação de políticas públicas em todo o território nacional.

 

Segundo a presidente da Frente, a deputada Bia Kicis, o agronegócio do Brasil vem trilhando uma história de sucesso e esse importante setor da economia precisa ser fortalecido ainda mais. “Precisamos olhar para os pequenos agricultores, que atualmente são responsáveis por mais de 70% do alimento que chega a nossa mesa. Nossa meta é atuar no aprimoramento e na modernização das políticas públicas voltadas aos pequenos agricultores e produtores rurais”, afirmou Bia Kicis.

 

A Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, lembrou que é muito importante trabalhar na regularização fundiária rural, para que os pequenos produtores possam ter acesso ao crédito e gerar mais renda no campo. “Eles precisam estar inseridos em um setor produtivo pujante, que é o setor agropecuário brasileiro. O pequeno, o médio ou o grande, todos são empreendedores desse negócio espetacular. O Ministério da Agricultura está à disposição dessa Frente para que possamos trabalhar juntos para o bem da agricultura que precisa é de incentivo, de crédito, de seguro e, principalmente, de assistência técnica, da pesquisa e da inovação”, ressaltou Tereza Cristina.

 

O secretário de Agricultura do DF, Dilson Resende, que na ocasião representou o governador Ibaneis Rocha, disse que a Frente tem um grande desafio, e que boas políticas públicas são muito importantes para o agronegócio, em especial para a agricultura familiar. “Nós enxergamos na agricultura familiar um grande potencial produtivo e de geração de ocupação e renda e que precisa sim de políticas públicas, para que tenhamos pequenos empreendedores rurais. O Estado tem essa obrigação de destravar e simplificar os processos e os procedimentos, para que os pequenos consigam avançar e criar a sua independência econômica”, afirmou o secretário Dilson Resende.

 

 

Café colonial é servido por grupo de agricultoras familiares

 

 

O lançamento da Frente Parlamentar contou com café da manhã oferecido com produtos da agricultura familiar, produzidos por mulheres do grupo Conexão Mulher. O grupo foi criado em 2018, com o apoio da Emater/DF, através do escritório local do Rio Preto, que realizou vários cursos de capacitação. A partir dessa iniciativa, também foi criado o “Dia de Feira do Rio Preto”, onde as mulheres vendem os seus produtos e exp