Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/10/19 às 10h23 - Atualizado em 9/10/19 às 10h24

Produtores do Núcleo Rural Santos Dumont recebem tanque lonado

COMPARTILHAR

 

Foi iniciada na sexta-feira (4/10) a escavação do primeiro tanque lonado no Núcleo Rural Santos Dumont, com recursos provenientes da cobrança pelo uso do rio Paranaíba, de domínio da União. A execução do projeto é uma parceria da Adasa, Emater-DF, Secretaria de Agricultura e Caesb, em articulação com os produtores locais. O revestimento do reservatório permite a redução da perda de água por infiltração.

 

O sistema já é utilizado por alguns produtores locais, mas construído com investimentos próprios. Segundo o extensionista da Emater, Leandro Souza, muitos desses reservatórios já instalados, tem durabilidade baixa, devido à qualidade do material utilizado.  A meta agora, segundo a presidente da Associação Santos Dumont, Flávia Kikuchi, é beneficiar a totalidade dos produtores. Localizado em Planaltina, o canal Santos Dumont é alimentado pelo Ribeirão Pipiripau e abastece 90 propriedades rurais da região, que trabalham na produção de hortaliças.

 

O projeto original de instalação com recursos federais era de 180 tanques revestidos em toda a região produtiva do DF. Mas, como a Secretaria de Agricultura assumiu o trabalho de escavação, o custo foi reduzido, o que permitirá o dobro de instalações. Em contrapartida, os produtores farão a cobertura com a lona e colagem, sob a supervisão da Emater.

 

O Núcleo Rural Santos Dumont, receberá mais de 30 reservatórios lonados.  A região está entre as prioridades de instalação, devido às dificuldades de vazão do ribeirão Pipiripau, no período crítico de estiagem.

 

“Aqui, muitos produtores não têm condições de arcar com os custos de instalação do tanque. Essa parceria é muito importante para nós, porque as perdas, agora, serão apenas com a evaporação.  Às vezes ficamos até quatro dias sem água. Com um tanque desses podemos  trabalhar com uma reserva”, afirmou a presidente da Comissão de Alocação de Água do Núcleo Rural, Sandra Kikuchi.

 

Com informações da Ascom da Adasa