Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/05/20 às 14h06 - Atualizado em 7/05/20 às 14h25

Produtores da Aprosanta recebem Patrulha Rural

COMPARTILHAR

Foto: Seagri-DF

 

A Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF), realizou hoje (06), a entrega de uma patrulha agrícola para a Associação dos Produtores Rurais da Cerâmica de Santa Maria (Aprosanta). A patrulha, composta por um trator agrícola, uma grade aradora, um arado reversível, um rotoencanteirador, um distribuidor de calcário e adubo orgânico e uma carreta agrícola, irá beneficiar cerca de 33 produtores rurais que fazem parte da Associação. A patrulha irá ajudar no preparo da terra para o plantio, garantindo a geração de renda para essas famílias.

 

Segundo o secretário de Agricultura, Luciano Mendes, essa é mais uma estratégia que o Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Agricultura (Seagri), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Centrais de Abastecimento (Ceasa), tem para o fomento das atividades no espaço rural. “Temos aqui a oportunidade de entregar um conjunto de equipamentos, trator e implementos, que vão ajudar diretamente os produtores, principalmente, no preparo do solo”, destacou.

 

Luciano Mendes ressaltou ainda, que esse tipo de ação é frequente e realizada há vários anos. “Nós estamos dando continuidade a essas ações. Agora, no início do ano, nós estamos entregando seis patrulhas rurais, fruto de um chamamento que se deu no fim do ano passado. Nós estamos preparando um conjunto de implementos, novos e usados, que vamos colocar à disposição das associações e cooperativas daqui do DF e poderão ser utilizados pelos pequenos produtores rurais e agricultores familiares”, afirmou o secretário de Agricultura.

 

Para o presidente da Aprosanta, Antonio Alves de Souza, que possui uma chácara de pouco mais de três hectares, onde planta milho, a patrulha rural será muito importante para os associados que, sem essa ajuda, muitos não tem como produzir. “Aqui nós temos famílias carentes e como essas máquinas vão ficar cinco anos com a gente, isso vai ajudar muito. Sem essa ajuda, algumas famílias não tem como produzir. Agora elas vão ter os recursos para plantar”, ressaltou.

 

A produtora rural, Eloisa Oliveira, disse que, para produzir estava dependendo dessa patrulha e que agora será possível voltar a trabalhar na terra. “Sem esse trator e os implementos, seria muito difícil para todos nós agricultores. Sem isso fica inviável”, explicou.

 

As associações e cooperativas, para receber as patrulhas rurais, precisam participar de um chamamento público e as contempladas podem ficar com as máquinas por até cinco anos e são responsáveis pela manutenção, abastecimento e seguro das máquinas e implementos. A cerimônia de entrega foi rápida e com poucas pessoas para evitar aglomerações.

 

Participaram, além de alguns produtores rurais da região, o secretário executivo de Agricultura, Vilmar Angelo, o diretor executivo da Emater, Antônio Dantas, o presidente da Ceasa, Onélio Teles, a administradora do Gama, Joseane Feitosa, o presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento Rural Sustentável do Gama, Recanto das Emas e Santa Maria, Jacinto Lima, além do subsecretário de Desenvolvimento Rural, Odilon Vieira e do subsecretário de Políticas Sociais Rurais, Abastecimento e Comercialização, João Pires.

 

Texto: Ascom Seagri-DF