Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/12/20 às 14h22 - Atualizado em 12/12/20 às 14h23

Produtores recebem carta de crédito do FDR para investimento na agricultura

COMPARTILHAR

 

 

Nove produtores rurais da agricultura familiar do Distrito Federal receberam, da Secretaria de Agricultura (Seagri-DF), uma carta de crédito do Fundo Distrital de Desenvolvimento Rural (FDR), para investimento em projetos do setor agrícola, que vão proporcionar desenvolvimento e novas oportunidades no campo. Ao todo, 16 produtores serão contemplados com a carta. Pouco mais de R$ 1,1 milhão estão sendo destinados aos produtores.

 

O secretário de Agricultura, Candido Teles, homenageou os técnicos da Emater e falou sobre a importância deles na aquisição do crédito pelos produtores. “Não adianta ter dinheiro sem projeto. Quem faz o projeto é a Emater. Os técnicos da Emater carinhosamente fazem esse trabalho. Eles vivem no meio das pessoas na área rural, identificando problemas e buscando soluções”, acrescentou.

 

Durante o evento, a presidente da Emater-DF, Denise Fonseca, falou sobre a importância do FDR para os produtores. “O crédito aos produtores rurais forma o tripé que mantém a agricultura em plena atividade. A verba vai incentivar a produção com a compra de equipamentos e insumos, criando mais oportunidades de renda e ocupação no campo”, destacou.

 

Produtores pretendem investir para aumentar a renda

 

Edson Rodrigues, 55 anos, tem uma produção diversificada, mas concentrada na produção de mandioca, milho verde e tomate cereja. Com a verba adquirida, ele pretende implantar dois hectares de irrigação pelo sistema de aspersão e uma estufa para aumentar a produção de tomate.

 

Produtora rural no Caub, Maria da Conceição foi uma das contempladas. De acordo com ela, a verba vai garantir a compra de um veículo com caçamba, o que vai permitir o transporte da sua produção. “Agora eu vou ter a possibilidade de entregar minha mercadoria e não só plantar e produzir”, afirmou.

 

Como acessar

 

Para acessar alguma das linhas do FDR é preciso ter um projeto, que pode ser elaborado com apoio da Emater-DF. Também é preciso apresentar documentação da terra, documentos pessoais, certidões negativas, consulta Serasa e requerimento.