Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/04/21 às 15h51 - Atualizado em 8/04/21 às 15h52

Seagri mantém fiscalização de trânsito durante pandemia

COMPARTILHAR

Imagens realizadas pelas equipes de fiscalização durante as abordagens.

 

Mesmo diante da pandemia do Coronavírus, a Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF), por meio da Diretoria de Fiscalização do Trânsito (Difit) e da Gerência de Fiscalização do Trânsito de Produtos Agropecuários (Gefit), vem realizando continuamente a fiscalização do trânsito de produtos de origem animal nas vias e rodovias do Distrito Federal. Nesse primeiro trimestre de 2021, foram apreendidos, pela Gefit, 2,4 toneladas de produtos de origem animal, tais como: pescados, miúdos e carcaças bovinas.

 

A fiscalização de trânsito de produtos agropecuários é uma atividade extremamente relevante e necessária, pois contribui para evitar que doenças de grande impacto na economia e na saúde pública, como febre aftosa, brucelose, tuberculose, entre outras, sejam disseminadas por meio desses produtos.

 

O objetivo de identificar produtos clandestinos, com problemas de procedência, sem documentação ou irregularidades na forma de transporte, como a falta de refrigeração adequada e produtos mal-acondicionados, é evitar que sejam comercializados e cheguem até a mesa dos brasilienses.

 

“A fiscalização do trânsito de produtos de origem animal está diretamente ligada à saúde pública. Saber a procedência dos produtos que são consumidos, evita danos à saúde. A carne merece atenção especial. É importante observar se o produto foi inspecionado e se traz a garantia de qualidade. Além de intoxicações alimentares, ingerir o alimento não fiscalizado pode ser a porta de entrada para doenças transmitidas dos animais aos homens, as chamadas zoonoses”, explicou a subsecretária de Defesa Agropecuária da Secretaria de Agricultura, Cristyanne Barbosa Taques.

 

Ascom Seagri-DF

Leia também...