Governo do Distrito Federal
8/07/22 às 16h27 - Atualizado em 8/07/22 às 16h51

Produtores rurais do DF devem seguir novas orientações para controle da raiva em animais

 

Nesta terça-feira (5), foi confirmado o primeiro caso de raiva humana no Distrito Federal desde 1978.

 

A raiva é uma doença causada por um vírus, que atinge mamíferos e humanos. No caso dos animais de produção, principalmente bovinos e equinos, a principal forma são mordeduras de morcegos hematófagos, que se alimentam de sangue, quando contaminados com o vírus.

 

É essencial que, para evitar mais casos, os produtores rurais do DF sigam algumas recomendações de autoridades de saúde e da Defesa Agropecuária da Seagri-DF

 

As orientações da Defesa Agropecuária são:

“Aos produtores rurais do DF orienta-se, nesta data (06/07), após confirmação de um caso positivo de raiva humana pela variante 3, de morcegos:

Seguir recomendações oficiais de vacinação antirrábica dos bovinos, bubalinos e equinos que não foram vacinados durante a campanha de vacinação em maio/2022.

 

– Realizar aplicação de dose de reforço após 30 dias nos animais que foram vacinados pela primeira vez;

– Notificar mordeduras por morcegos hematófagos nos rebanhos;

– Notificar imediatamente sobre herbívoros com sinais de doenças neurológicas como: mudança de comportamento, andar cambaleante, dificuldades para se levantar, paralisia.”

 

 

Em caso de dúvidas ou suspeitas, o produtor deve contactar a Defesa Agropecuária através dos abaixo.

 

SEDE – 3340-3862, 3051-6421, 99154-1539

NÚCLEO OPERACIONAL LESTE

Planaltina – 3389-3738 e Sobradinho – 3487-1438

NÚCLEO OPERACIONAL OESTE

Brazlândia – 3391-6426 e Samambaia – 3484-3484″